"Silêncio de Real Conheciento" - Leitura de 28/10/2007
THE PRESENT CHRIST (New York: Crossroad, 1991), pgs. 14-16.
Tradução de Roldano Giuntoli

Cristo é a luz. Cristo é a luz que proporciona descortino e profundidade a nossa visão. Em sua consciência humana completamente realizada, Ele também é nossos olhos, com os quais enxergamos . . . sob a perspectiva divina. Sem sua luz, nossa visão estaria limitada à dimensão parcial e, nosso espírito não poderia voar alto por cima de si mesmo, para a liberdade infinita e a claridade cristalina do estado unificado. Por mais maravilhosa que fosse, nossa consciência continuaria a ser a de um observador da periferia. . . .

Para os que dentre nós, percorremos humildemente a peregrinação da prece em direção a essa experiência de luz, este é o único conhecimento fundamental que necessitamos. É o mundo que nos convoca a sair do padrão fixado e, que nos inspira a nos alinharmos com a realidade em expansão, para posicionarmos o centro de nossa consciência para além dos limites das preocupações egoístas e, para descobrirmos que nosso centro está em Deus. A maneira como iniciamos esta jornada, não é tão importante quanto, na verdade, o fato de que a iniciemos. Para iniciarmos, só nos é necessário adentrar um momento de compromisso, uma fenda na muralha do ego permite a entrada da luz que iluminará mais e mais poderosamente e, com firmeza sobrepujará tudo aquilo que impede a translucidez.

O momento de compromisso está sempre diante de nós. Não é nunca um ideal ausente, uma possibilidade futura, mas, sempre uma realidade presente. A única pergunta é, se estamos suficientemente presentes para nós mesmos, de modo a conseguirmos enxergá-lo, a ouvirmos o convite e, respondermos. Todo momento é o momento, porque todo o tempo foi energizado com significado divino. . . . Agora, é o tempo aceitável.

Nossa vida cotidiana é de vital importância, visto que esse mistério de transformação opera em nós e, através de nós, pelo poder de Cristo. Nenhum detalhe é insignificante, se observado sob a verdadeira luz. . . E assim, nossos momentos de prece possuem suprema importância dentro da expansão continuada do mistério, caso se espere que nosso espírito se expanda em harmonia com ele e, receba a vida e a luz que ele oferece.

Medite por Trinta Minutos
Sente-se confortavelmente, mas com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxado mas atento. Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a como quatro silabas de igual duração Ma-ra-na-tha, em ritmo lento. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense nem imagine nada - nem de ordem espiritual nem de qualquer outra ordem. Se pensamentos e imagens afluírem à mente, trate-os como distrações e simplesmente retorne à repetição da palavra.

Comunidade Mundial de Meditação Cristã