Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2019 >
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Terça-feira da Quinta Semana da Quaresma

D. Laurence Freeman


Jo 8: 21-30: Eu não sou deste mundo

Depende do que se entende por “'pertencer”, mas talvez ninguém sinta, de verdade, que realmente pertence a este mundo, mesmo que nos apeguemos a ele, façamos com que nos sirva, e tentemos fazer com que ele nos aceite.

Alguns anos atrás, conheci um político em transição. Ela (digamos) tinha ocupado altas posições nas esferas de poder e moveu e controlou muitas alavancas. Ele (digamos) não tinha perdido, de modo algum, todo o seu idealismo neste processo, mas estava afinado com a realidade da política como a arte do possível. Era um sobrevivente e, quanto mais sobreviveu, mais ambicioso ficou. A sobrevivência equivalia ao sucesso e, mesmo que os sucessos durassem pouco, acabaram por tornar-se um vício. Então, seu mandato terminou e ela estava na terra de ninguém da política, em que nenhuma carreira dura muito, sem perfil, responsabilidade ou contato com as questões candentes do dia.


Este político teve uma pausa para reflexão, e a experiência de estar “fora do poder” gerou novas esperanças e estratégias para seu retorno à arena. Essa pausa é semelhante à oportunidade que têm os estudantes de MBA, na pausa em suas carreiras em que estudam para se tornarem mercadorias mais valiosas, mas também refletem sobre o significado de sua vida e obra.


Esse distanciamento necessário das forças de mercado do poder e do egoísmo pode, no entanto, ser cultivado até mesmo enquanto se está enfrentando essas forças. Chamamos isso cultivar o desapego, o que nos permite ver e nos relacionar com o mundo tal como ele é, a “meditação regular”. Aprender a meditar regularmente é o que chamamos de ascetismo, prática espiritual ou disciplina.


A Quaresma é, em primeiro lugar, a lembrança de que precisamos de uma tal disciplina em nossas vidas, porque o mundo como o vemos não existe, assim como não existem o sucesso permanente ou a imortalidade. Nós nos relacionamos com o mundo real quando podemos dizer “Eu não sou deste mundo”. Só então poderemos ter algo útil para dar ao mundo e servir aos outros nos games of thrones.


Com amor
Laurence


Texto original em inglês

Tuesday 5th Week Lent

Jn 8:21-30: I do not belong to this world

It depends what we mean by ‘belong’, but perhaps no one truly feels they really belong to this world even if we cling to it, make it serve us and try to get it to accept us.


Some years ago I met a politician in transition. She (let’s say) had sat high up in the realms of power and pulled and controlled many levers. He (let’s say) had by no means lost all his idealism in the process but he was finely tuned to the realities of politics as the art of the possible. He was a survivor and the more he survived the more ambitious he became. Survival was equivalent to success and even if the successes were short-lived they built up into an addiction. Then her term finished and she was in the no-man’s land of politics in which no career had last long, without profile, responsibility or contact with the burning issues of the day.


This politician had pause for thought even as the experience of being ‘out of power’ generated new hopes and strategies about how to re-enter the stadium. This pause is similar to the opportunity MBA students have in the break in their careers when they study to make themselves more valuable commodities but also reflect on the meaning of their life and work.


This necessary detachment from the market forces of power and egotism can, however, be cultivated even while engaging with those forces. We call this cultivation of detachment, which allows us to see and relate to the world as it is, ‘regular meditation’. Learning how to meditate regularly is what we call the ascetism, spiritual practice or discipline.


Lent is firstly about remembering that we need such a discipline in our lives, because the world as we see it doesn’t exist any more than do permanent success or immortality. We relate to the real world as soon as we can say ‘I do not belong to this world’. Only then we may have something useful to give to the world and serve others in the games of thrones.

 

With love

Laurence

 

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.