Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2019 >
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Sábado da Quarta Semana da Quaresma

D. Laurence Freeman

João 7:40-53: E assim houve uma cisão na multidão por causa dele

Você tem apenas que ser verdadeiro para causar problema. Mas é um outro tipo de problema quando você é mentiroso. Você precisa decidir qual tipo de causador de problema será.

Talvez a maioria das pessoas queira evitar causar qualquer problema porquê estão com medo da repercussão; mas enfim temos todos que decidir. Será que vamos dizer a verdade, viver a verdade ou nos esconder atrás de trivialidades e meias verdades?

Problema significa conflito e conflito significa cisão. Cisão frequentemente significa violência. Um nível de consciência elevado pode evitar o desenrolar dessa sequência, e nos permite tomar a correta decisão de sermos verdadeiros até mesmo quando isso implica um custo alto. A verdade vos libertará. Quando meditantes experimentam essa progressiva liberação do medo e da fuga, mais prontamente saem a campo aberto para dizer claramente o que realmente querem dizer. E eles ficam do lado dos mais necessitados, e não simplesmente do lado daqueles que serão os prováveis vencedores de um conflito.

No início é desconfortável, como sair de uma casa aquecida para o frio invernal. Você pode estar bem agasalhado, mas mesmo assim o frio parece penetrar pelas frestas, ou agredir seus dentes enquanto você caminha respirando com a boca aberta. Mas depois de algum tempo sua caminhada no ar frio produz calor, e o próprio frio se torna um estimulante. Você está ficando amigo do inverno, e está surpreso com a sua própria resiliência.

Nos misteriosos paradoxos da realidade, muitas vezes pode acontecer que cisões são necessárias para gerar a cura e uma união mais sólida. Partimos o pão a fim de compartilhá-lo e sermos levados à união. O Mistério aqui é o da separação, que é necessária para nos conhecermos, antes que possamos nos entregar a outro, a Deus. Sabemos disso porque somos semelhantes a Deus, e Deus sabe disso, como os dias vindouros nos farão lembrar.


Com amor
Laurence


Texto original em inglês

Saturday 4th Week Lent

John 4:40-53: So a division occurred in the crowd because of him

You have only to be truthful to cause trouble. But it’s a different kind of trouble when you are untruthful. You have to decide what kind of troublemaker you will be. Perhaps most people want to avoid causing any trouble because they are frightened of a backlash; but eventually we all have to decide. Are we going to tell the truth, to live the truth or to hide behind platitudes and half-truths?

Trouble means conflict and conflict means division. Division frequently means violence. A heightened level of awareness can prevent this sequence from unfolding and allow us to make the right decision to be truthful even when this carries a high cost. The truth will set you free. When meditators experience this incremental liberation from fear and evasion, they more readily come out into the open to say what they really mean. And they stand on the side of those in need rather than merely on the side of those who will be the likely winners in a conflict.

At first this is uncomfortable, like going out into the winter cold from a warm house. You may be well-wrapped up but the cold still seems to creep in through the gaps or to attack your teeth as you walk along puffing with your mouth open. But then, after a while, your walking in the cold air produces warmth and the cold itself becomes a stimulant. You are making friends with the winter and you are surprised by your own resilience.

In the mysterious paradoxes of reality it can often happen that divisions are necessary to create healing and a stronger union. We break the bread in order to share it and be brought into unity. The mystery here is that of separation, which is necessary for us to know ourselves before we can give ourselves to another, to God. We know this because we are like God and God knows it as the coming days will remind us.

With love

Laurence

 

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.