Leitura da Semana

Acesse mais leituras e mensagens de D. John Main e D. Laurence Freeman:

Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2019 >
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Quinta-feira da segunda semana da Quaresma

D. Laurence Freeman

Lucas, 16, 19-31: entre nós e vós há um grande abismo...

Vivemos sempre com o abismo entre os que têm e os que não têm, entre os saudáveis e os doentes, os espertos e os bobos, os belos e os feios, os magros e os gordos, os afortunados e os amaldiçoados. É isso que entendemos como “mundo”.

Jesus disse: “Os pobres estarão sempre convosco”. Nós sempre teremos falta de uma justiça perfeita, correta, porque nem sempre a vida é justa e, em geral, os mais ajustados é que sobrevivem. A questão é: que largura e que profundidade pode-se permitir que este abismo alcance. Quanto mais largo, mais fora da realidade ficamos; quanto mais profundo, mais doloroso é o abismo.


A parábola de hoje é sobre o homem rico (sem nome) e o homem pobre (Lázaro). Quando os dois morrem, o rico paga por sua falta de compaixão, sendo enviado para um lugar de tormentos, enquanto Lázaro é levado por anjos para o seio de Abraão. Isso parece apenas que foi feita justiça, mas a sabedoria do Evangelho nunca é simplista. Lázaro não fala. Quem fala é Abraão. O rico, entretanto, fala. Primeiro, ele clama por um alívio, como alguma das almas do Inferno de Dante. Abraão diz que o abismo é profundo demais para ser transposto. Se não trabalharmos agora para estreitar o vácuo entre ricos e pobres, ele vai se expandir espontaneamente e ficaremos irremediavelmente divididos.


Na sabedoria do Evangelho, porém, o fim é sempre o começo. O homem rico pede a Abraão para avisar sua família do destino que os aguarda se eles não mudarem. É uma transformação num coração de pedra. É verdade que ele só está preocupado com a própria família, mas, mesmo assim, é um princípio de compaixão, de interesse real pelas necessidades alheias. Quando a fonte de compaixão é liberada, o abismo humano, o ego o “eu” (self) isolado se reconecta. Nesta reconexão (sentido literal da palavra “religião”, religare) é que as grandes curas ocorrem.

Com amor

Laurence

 


 

Texto original em inglês

Thursday 2nd Week Lent 2015


Luke 16:19-31: between us and you a great chasm is established..


We live continuously with this chasm between the haves and the have nots, the healthy and the sick, the smart and the dull, the gorgeous and the ugly, the slim and the fat, the lucky and the cursed. It’s what we mean by the ‘world’. Jesus said ‘the poor you will always have with you’. We will always fall somewhat short of perfect justice because life itself is not fair and usually the fittest survive. The question is how deep and wide this chasm should be allowed to become. The wider, the more unreal we become; the deeper, the more painful is the chasm.


Today’s parable is about the rich man (unnamed) and the poor man (Lazarus). When they die the rich man pays for his lack of compassion by going to a place of torment while Lazarus is taken by angels to Abraham’s bosom. This seems simple justice but the wisdom of the gospel is never simplistic. Lazarus does not speak. Abraham is his spokesman. The rich man, however speaks. First he cries out for some relief like one of Dante’s souls in the Inferno. Abraham says the chasm is now too wide to reach across. If we don’t work now to narrow the gap between the rich and the poor it will increase exponentially and we will be irreparably divided.


But in gospel wisdom the end is always a beginning. The rich man asks Abraham to warn his family about his fate that they will also suffer if they do not change. Here is a change of heart in the hard of heart. True its only for his own family he is concerned so far but it is still the beginning of compassion, of active concern for the needs of others. When the spring of compassion is released the human chasm, the ego, the isolated self, is reconnected. In reconnection (the literal meaning of the word ‘religion’) the great healing happens.

With love

Laurence

 

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.