Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2019 >
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Sábado da Primeira Semana da Quaresma

D. Laurence Freeman

Lucas 5: 27-32: Aqueles que estão bem não precisam de médico, mas aqueles que estão doentes; não vim chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento.

Por que é que, tão logo você menciona qualquer coisa remotamente religiosa ou faz uma conexão entre religião e espiritualidade, a maioria das pessoas pensa em moralidade, tabus, pecados e julgamento, punição e culpa?

Como o Cristianismo tem comercializado mal o seu seguro saúde gratuito e universal. Esqueça o ObamaCare: este é um seguro incrível. Jesus não é um juiz, mas um médico. Assim que ficamos doentes (e todos sabemos que estamos infectados em alguma parte mesmo que não haja manifestação) a própria doença ou desordem (em caso de enfermidade mental) cria um hiperlink para a médico divino. O ‘santo encantador de almas enfermas, a Palavra cura-tudo’, como Clemente de Alexandria o chamava.

A religião é um hospital, não um ponto de controle de visto de imigração do qual seremos enviados de volta. Espiritualidade é medicamento sem quaisquer efeitos colaterais nocivos, não um paliativo ou uma poção mágica.

A meditação é o ponto de entrega. Mas você tem de estar realmente presente lá. As crianças sabem disso tão intuitivamente que sabem que quando a mente fica inquieta ou magoada, elas têm apenas de recorrer a esta forma divinamente simples de estar presente para a pessoa que está sempre presente para nós, e encontrarão cura, recalibração, e a expressão sorridente retorna.

Além disso, como estão indo as suas práticas especiais da Quaresma? Se você tem ficado aquém, acha que Deus está descontente? Se você está indo bem, sente-se satisfeito consigo mesmo?

Com amor

Laurence

 


 

Texto original em inglês

Lent 2015 Daily Reflections

Saturday 1st Week Lent 2015
Luke 5:27-32: Those who are well have no need of a physician, but those who are sick; I have not come to call the righteous, but sinners to repentance.

Why is it that as soon as you refer to anything remotely religious or make a connection between religion and spirituality, most people think of morality, taboos, sins and judgement, punishment and guilt?

How badly Christianity has marketed its free, universal health insurance. Forget about ObamaCare: this is an amazing assurance. Jesus is not a judge but a healer. As soon as we are sick (and we all know we are infected somewhere even if it doesn’t show) the very disease or dis-ease (in the case of mental illness) creates a hyperlink to the divine physician. The ‘holy charmer of sick souls, the all-healing Word’, as Clement of Alexandria called him.

Religion is a hospital not an immigration visa check-point from which we will get sent back. Spirituality is medication without any harmful side-effects, not an anodyne or a rip-off.

Meditation is the delivery-point. But you have to be really present there. Children know this so intuitively that they know that when the mind becomes agitated or wounded they have only to turn to this divinely simple way of being present to the one who is always present to us and they will find healing, re-calibration and the smile of life returns.

Apart from that, how are your special Lenten practices going? If you have fallen short do you think God is displeased? If you have done well, do you feel self-satisfied?


With love

Laurence

 

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.