Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2019 >
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Segunda-feira da Semana Santa

D. Laurence Freeman

Reflexões da Quaresma - Laurence Freeman

Maria trouxe uma libra de bálsamo muito caro, nardo puro, e com ela ungiu os pés de Jesus, enxugando-os com os seus cabelos; a casa encheu-se do perfume do bálsamo.

Os quatro evangelhos são relatos muito distintos da vida de Jesus, e as diferenças são ainda mais marcantes na narrativa de seus últimos dias e horas. Eles não são relatos jornalísticos. A verdade é uma realidade que somos convidados a experimentar, e não apenas pensar. Não podemos experimentar a verdade sem permitir que ela se torne parte de nós. A verdade completa é, na verdade, sempre descoberta, e não simplesmente entregue.

Na história de Maria, ouvimos sobre um evento cujas circunstâncias exatas não nos são dadas. (Há mesmo Marias significativamente diferentes na história, cada uma das quais - como os amigos em nossas vidas - reflete um aspecto diferente da verdade em que vivemos). Mas o detalhe do cheiro do nardo enchendo a casa é memorável. Judas reclamou do desperdício de dinheiro, mas Jesus defendeu o gesto de devoção e reverência de Maria. Sua ação amorosa deve ter enchido os corações daqueles que estavam lá de um sentimento de admiração e do sagrado, como sempre que vemos alguém agir a partir de um lugar puro e generoso, sem constrangimento ou cálculo. Um ato como a meditação, ao qual nenhum preço pode ser atribuído, que não pode ser negociado.

Esta é uma preparação e afirmação da ação que o próprio Jesus é a ponto de realizar. Como um atleta é massageado antes de uma competição, ele está sendo tocado externamente pelo amor que vai inundá-lo brotando de dentro. Não apenas alguns escolhidos, mas todos os que vieram antes e depois, toda a família da humanidade. Toda a casa será preenchida com o perfume de seu gesto.

 


 

Texto original em inglês

Monday Holy Week

Mary brought in a pound of very costly ointment, pure nard, and with it anointed the feet of Jesus, wiping them with her hair; the house was full of the scent of the ointment.
The four gospels are very distinctive accounts of the life of Jesus and the differences become strongly marked in the narrative of his last days and hours. They are not newspaper accounts. The truth is a reality we are invited to experience not just think about. We cannot experience truth without allowing it to be come part of us. The whole truth is in fact always discovered rather than merely delivered.

In the story of Mary we hear about an event whose exact circumstances are not given to us. (There are even significantly different Marys in the story each of whom – like the friends in our lives – reflect a different aspect of the truth we inhabit). But the detail of the scent of the nard filling the house is a memorable one. Judas complained about the waste of money but Jesus defended Mary’s gesture of devotion and reverence. Her loving action must have filled the hearts of those who were there with a sense of wonder and of the sacred, as whenever we see someone act from a pure and generous place without self-consciousness or calculation. An act, like meditation, on which no price can be put, no deal made.
This is a preparation and affirmation of the action that Jesus is himself about to make.

As an athlete is massaged before a competition he is being touched externally by the love that will flood him from within. Not just a selected few, but all who came before and after, the whole family of humanity. The whole house will be filled with the scent of his gesture.

 

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.