Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2019 >
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Sexta-feira da terceira semana da Quaresma

D. Laurence Freeman

Reflexões da Quaresma - Laurence Freeman

A maior parte do mundo está alerta ao porquê dos políticos buscarem o poder.


Parece para a maioria das pessoas que seus líderes não querem em primeira instância liderar para servir mas para desfrutar o desafio pelo poder e sua possessão. É extraordinário como até onde esses viciados ao poder irão para adquiri-lo ou protegê-lo.

Família, saúde, relações pessoais, amigos, todos podem ser sacrificados pela sensação de estar no comando e tocar a música que os outros a dançarão - é claro, para o próprio bem deles.

A tensão entre Jesus e aqueles que detinham o poder sobre ele - religioso e político - é a tensão mais antiga que existe entre os que se agarram ao poder e aqueles que renunciam a ele. Somente quando se renuncia ao poder é que se torna claro o que o verdadeiro poder é - e o que ele significa. Mas até que a renúncia entre em jogo, o poder parece ser a base do desejo de controlar ou explorar as coisas ou as pessoas. Porém quando livramos nossas mãos do poder então podemos vê-lo como um meio de servir e ajudar os outros. Como o dinheiro, o poder está essencialmente seguro somente quando é distribuído. Você não precisa ser um político global para entender a atração fatal que o poder pode ter. Onde quer que exista alguém que seja mais vulnerável do que nós, o poder é uma tentação que precisa de auto-controle para ser resistido.

 


Texto original em inglês

Friday Lent Week 3

Most of the world is wary about why politicians seek power. It seems to most people that their leaders don’t primarily want to lead in order to serve but to enjoy the quest for power and its possession. It is extraordinary how far those addicted to power will go to acquire or protect it. Family, health, personal relationships, friends can all be sacrificed for the sensation of being in command and playing the fiddle that others will dance to – of course, for their own good.

The tension between Jesus and those who held power over him – religious and political – is the age-old tension between those who cling to power and those who renounce it. Only when power is renounced does it become clear what true power really looks like – and what it means. But until renunciation is in play, power looks like the base desire to control or exploit things or people. But when we shake power from our hands we can see it a means of serving and helping others. Like money, power essentially is only safe when it is given away. You don’t have to be a global politician to understand the fatal attraction power can hold. Wherever there is anyone nearby more vulnerable than we are, power is a temptation it takes self-control to resist.

 

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.