Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2019 >
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Quarta-feira da terceira semana da Quaresma

D. Laurence Freeman

Reflexões da Quaresma - Laurence Freeman

Um dos mais belos poemas na língua inglesa é "A Flor", de George Herbert (gratuito do Google).

O autor descreve os extremistas padrões climáticos interiores dele próprio, em comparação ao clima inglês, mas também - com um imenso alívio que é a energia do poema - em comparação à vivência de Deus, que transforma a constante mudança no contínuo esplendor do amor. Jogados nas ondas de nossas emoções - a gangorra de esperanças frustradas e expectativas preenchidas: "Matando e vivificando, baixando ao inferno e elevando ao céu logo em seguida". Mas há também o momento de perfeito equilíbrio que retém a verdade de cada extremo.

O maior testemunho que podemos transmitir uns aos outros sobre a nossa experiência da verdade traz consigo ambos a agonia e o êxtase, mas também um vislumbre do que a ambos transcende e une. O centro de gravidade em torno do qual cada meditação está equilibrada.

 


Texto original em inglês

Wednesday Lent Week 3

One of the most beautiful poems in the English language is George Herbert’s The Flower. (Free from Google). He describes his own extreme inner weather patterns against the English weather but also - with an immense relief that is the energy of the poem - against the experience of God, which transforms the ever changing into the continuous radiance of love. Tossed on the waves of our emotions – the seesaw of disappointed hopes and fulfilled expectations: “killing and quickening, bringing down to hell and up to heaven in an hour”. But there is also the moment of perfect equilibrium which holds the truth of each extreme.

The greatest testimony we can bear to each other of our experience of truth carries with it both the agony and the ecstasy, but also a glimpse of what both transcends and unites them. The centre of gravity which each meditation is poised around.

 

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.