Reflexões da Quaresma

Durante toda a Quaresma, Dom Laurence envia suas reflexões diárias para a Comunidade.
Quaresma 2019 >
Quaresma 2018 >
Quaresma 2017 >
Quaresma 2016 >
Quaresma 2015 >
Quaresma 2014 >
Quaresma 2013 >

Séries de Palestras

Encontre um Grupo de Meditacao Crista

Sexta-feira após a Quarta-feira de Cinzas

D. Laurence Freeman

O Segundo tipo de prática diária para a quaresma é abandonar algo e ou apenas diminuir.

Meditação é – como a própria palavra sugere- o caminho do meio entre extremos. Buda tentou meios extremos para a iluminação e falhou. São Bento inspirou um estilo de vida que poderia ser descrito como moderação em todo as coisas exceto na moderação. O Tao é por definição o caminho do meio. Este é ‘o caminho estreito que leva a salvação’ que Jesus ensinou.



O oposto da moderação é a addicção. Não é surpresa então que num mundo onde estamos insanamente destruindo o nosso meio ambiente para melhorar nosso padrão de vida, nós estamos aumentando o abismo entre ricos e pobres e aumentando a addicção e as doenças mentais mesmo nas camadas mais afluentes da sociedade.

A gota d’água ou o ponto crítico irreversível chega quando as forças envolvidas em qualquer situação não conseguem mais manter as coisas em equilíbrio. Para evitar a catástrofe potencial desses momentos podemos colocar em pratica uma “virada”. Este é o significado literal de ‘arrepender-se’ (metanoia - mudar a mente ou o pensamento) voluntariamente mudar de direção antes que caiamos no abismo.

Meditar é tomar essa decisão e começar a restaurar um equilíbrio saudável e dinâmico na vida. Se a nossa pratica for séria logo veremos os efeitos em nossos padrões mentais e de comportamento. Para facilitar as coisas durante a quaresma poderia ser útil identificar algum consumo ou indulgencia onde uma redução ou mesmo uma abstenção seria benéfica. Isto manda um sinal a toda nossa psique e fortalece a virtude do autocontrole. “Os hábitos fazem os homens” (ou as ‘boas maneiras nos fazem humanos’) é o lema da minha velha faculdade Oxford. Se olharmos para o nossos hábitos-mentais ou físicos- nos provavelmente vamos ver onde podemos introduzir a mudança. Comida, bebida, internet, são maneiras habituais de desperdiçar o nosso tempo ou prejudicar outros ou a nos mesmos. Pequenas mudanças nesse sentido nos levam longe.

Medite por Trinta Minutos

Lembre-se: Sente-se. Sente-se imóvel e, com a coluna ereta. Feche levemente os olhos. Sente-se relaxada(o), mas, atenta(o). Em silêncio, interiormente, comece a repetir uma única palavra. Recomendamos a palavra-oração "Maranatha". Recite-a em quatro silabas de igual duração. Ouça-a à medida que a pronuncia, suavemente mas continuamente. Não pense, nem imagine nada, nem de ordem espiritual, nem de qualquer outra ordem. Pensamentos e imagens provavelmente afluirão, mas, deixe-os passar. Simplesmente, continue a voltar sua atenção, com humildade e simplicidade, à fiel repetição de sua palavra, do início ao fim de sua meditação.